alta cultura

na faixa

Tem desenho no dia Internacional da Animação

No dia Internacional da Animação será exibida uma mostra Internacional e uma Nacional. A data relembra a primeira exibição pública de desenhos animado do mundo, realizada por Emile Reynaud, em 1892, no teatro óptico instalado no Museu Grevin, em Paris. Hoje, a data é comemorada em 51 países. Serão exibidos os curtas internacionais: Voa Voa num Prédio de Lisboa, de Joana Toste (Desenho sobre papel – 3min – 2009 – Portugal), Pássaros, de Filipe Abranches (Desenho sobre papel – 7min – 2009 – Portugal), Diário de uma Inspectora do Livro de Recordes, de Tiago Albuquerque (Flash – 11min38seg – 2009 – Portugal), Kensho, de Daniel Kang (2D/3D – 3min57seg min – 2009 – EUA), Zsa Zsa Zsu, de Tromarama (Stop-Motion – 4 min42seg – 2007 – Indonésia), The Tale of How, de The Blackheart Gang (3D – 4min31seg – 2006 – África do Sul), Grandma Lo’A Lo’A (Hajja Lolo), de Hussain Nemr (2D – 2min39seg – 2006 – Egito), HM HM, de Mohamed Ghazala (2D – 2min17seg – 2005 – Egito), Hide & Seek, de Sherif Abbas (2D – 2min26seg – 2007 – Egito), Ooga Booga Samba Mamba, de Dir. Vaibhav Kumaresh (3D – 3min50’seg – 2007 – Índia). Os nacionais são: Tromba Trem – O estrangeiro, de Zé Brandão (2D digital – 11min15seg – 2009 – Rio de Janeiro), O Acaso e a Borboleta, de Tiago Américo e Fernanda Correa (Rotoscopia – 4min04seg – 2009 – Curitiba), Doce Ballet, de Lina Fridman e Maira Fridman (Stop motion – 3min42seg – 2010 – São Paulo), Quando as cores somem, de Luciano Lagares (2D/3D – 15min – 2009 – São Paulo), Bonequinha do Papai, de Luciana Eguti e Paulo Muppet (2D Digital – 4min36seg – 2010 – São Paulo), Musicaixa, de Jackson Abacatu (2D/Recorte digital – 2min – 2010 – Belo Horizonte), Dias de Sol, de Luciano Lagares (2D – 1min – 2005 – São Paulo), Como comer um elefante, de Jansen Raveira (2D – 5min57seg – 2008 – Niterói), Voltage, de Felippe Lyra e William Paiva (Animação Tradicional/2D/3D/Rotoscopia – 4min15seg – 2008 – Olinda), O Divino, de repente, de Fábio Yamaji (Stop motion/2D/rotoscopia/pixilation – 6min20seg – 2009 – São Paulo) e Eu queria ser um monstro, de Marão (Stop Motion/Lápis no papel – 8min – Rio de Janeiro).

serviço

o quê: Mostra Internacional (46 minutos) e Nacional (66 minutos)
quando: 28 de outubro, às 19h30 mostra internacional e às 20h30 a nacional
onde: Cinemateca Brasileira
endereço: Largo Senador Raul Cardoso, 207 – próximo ao Metrô Vila Mariana
telefone:(11) 3512.6111 (ramal 215)
entrada: gratuita
classificação: 14 anos
informação: www.cinemateca.gov.br

28/10/2010 - Posted by | cinema | , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: