alta cultura

na faixa

Hiroshima, Meu Amor

A mostra 1959: O ano mágico do cinema francês pretende destacar algumas obras inaugurais da então chamada Nouvelle Vague. Nesta oportunidade é possível ver ou rever o clássico “Hiroshima, Meu Amor“, do diretor Alain Resnais. Em 1959, uma jovem francesa passa a noite com um japonês em Hiroshima, onde participa de um filme sobre a paz. Ele a faz lembrar seu primeiro amor, um soldado alemão que conheceu durante a Segunda Guerra Mundial. Com: Emmanuelle Riva e Eiji Okada.

serviço

o quê: Hiroshima, Meu Amor (França, 1959, 90min)
quando: 8 de dezembro, às 20h.
onde: Sesc Ipiranga – Auditório (45 lugares)
endereço: Rua Bom Pastor, 822 – Ipiranga
telefone: (11) 3340.2000
entrada: gratuita – Retirar ingressos uma hora antes da sessão na bilheteria da unidade.
classificação: 14 anos
informação: http://www.sescsp.org.br

08/12/2010 Posted by | cinema | , , , , , , , | Deixe um comentário