alta cultura

na faixa

Sarau Noites na Taverna

A taverna, com entrada a 50 m do Teatro do Centro da Terra, é parte do cenário da peça O Ilha do Tesouro, de autoria de Ricardo Karman. O singular espaço, proporcionado pela Taverna, é o complemento ideal para o sarau, cujo nome foi dado em homenagem ao livro homônimo de Álvares de Azevedo. Escritos em prosa, Noite na Taverna são contos macabros, com histórias de amor, lascívia e morte. Seus personagens são devassos que se apaixonam por mulheres perdidas ou virgens misteriosas que terminam por perder-se. Essa atmosfera do do século XIX, de exagerado romantismo, é revisitada por Karman no Sarau. E, assim como no livro de Álvares de Azevedo, pessoas se reúnem em torno de uma mesa para beber e conversar. Poetas e simpatizantes recitam poesias, textos curtos e músicas de sua própria autoria ou escolhidas de um cardápio poético especialmente elaborado por Frederico Barbosa. A taverna funciona de verdade e os convidados são recebidos pelo anfitrião Ricardo Karman acompanhado pelo músico e doutor em comunicação e semiótica Sergio Basbaum. Se você não puder participar pode assistir ao vivo pelo site do teatro.

serviço

o quê: Sarau Noites na Taverna (1h15)
quando: 25 de maio, às 20h30
onde: Teatro do Centro da Terra (40 pessoas)
endereço: Rua Piracuama, 19 – Sumaré
telefone: (11) 3675.1595
entrada: gratuita- retirar ingresso com uma hora de antecedência
classificação: 18 anos
informações: www.centrodaterra.com.br

Anúncios

25/05/2011 - Posted by | literatura | , , , , ,

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: