alta cultura

na faixa

Artista da Fome

Artista da Fome Foto Gal Oppido

Franz Kafka inspirou filmes, espetáculos cênicos e livros, pois foi inspirada na obra Um Artista da Fome que a Cia Borelli criou o “Artista da Fome”, com concepção, direção e coreografia de Sandro Borelli. O espetáculo de dança discute a relação entre o público e a celebridade instantânea. Em cena, uma análise cênica sobre a busca incessante pela fama / poder/ status / dinheiro e o apetite pela informação por sexo e tecnologia descartável – incomensurável a que se entrega a sociedade de consumo, ávida por novidades banais e a consequente anulação de valores éticos. A Cia Borelli assume, mais uma vez, o compromisso de buscar um retrato realista, sem retoques, do mundo atual, a fim de compor uma obra visceral, densa e, principalmente, engajada em uma arte com viés sócio/político. Intérpretes: Alex Merino, Amanda Santos, Francisco Silvino, Maíra Campos, Verônica Santos e Branca Gonzaga (estagiária)

serviço

o quê: Artista da Fome (50 min)
quando: até 24 de março, quinta-feira a sábado às 21h e domingo às 20h
onde: Centro Cultural São Paulo – Sala Jardel Filho (321 lugares)
endereço: Rua Vergueiro 1000 – Paraíso
telefone: (11) 3397.4002
entrada: grátis – retirar ingressos uma hora antes de cada sessão
classificação: 14 anos
informações: www.centrocultural.sp.gov.br

Anúncios

15/03/2013 Posted by | dança | , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Estar Aqui ou Ali

Estar Aqui ou Ali-- Foto Jorge Pereira

O ator, bailarino e coreógrafo Kleber Lourenço fez a criação, pesquisa e interpretação do espetáculo “Estar Aqui ou Ali”. Intervenção que faz um diálogo artístico entre corpo e espaço urbano e busca promover relações de resignificação entre os espaços e os deslocamentos gerados. Levanta temas como ocupação/invasão territorial, identidade e estereótipos, carnavalização, tradição popular, neocolonialismo. A dramaturgia é construída entre a linguagem performativa e a teatral, apresentada por fragmentos de cenas, e busca a vivência relacional convocando o público para a coautoria da obra.

serviço

o quê: Estar Aqui ou Ali
quando: até 23 de março, sábados, às 20h15
onde: Sesc Ipiranga
endereço: Rua Bom Pastor, 822 – Ipiranga
telefone: (11) 3340.2000
entrada: gratuita
classificação: livre
informação: http://www.sescsp.org.br

09/03/2013 Posted by | dança | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Corpos de Passagem

Corpos de Passagem- Divulgação

O Grua Gentlemen de Rua apresenta o espetáculo “Corpos de Passagem”. Homens vestidos de preto exploram lugares públicos dos centros urbanos e são confundidos com as pessoas que transitam por esses espaços, criando assim, a possibilidade de relação do grupo com os transeuntes. Liberdade, improviso e mobilidade artística compõem esse trabalho.

serviço

o quê: Corpos de Passagem
quando: 27 de fevereiro, às 20h30
onde: SESC Pinheiros –praça
endereço: Rua Paes Leme, 195 – Pinheiros
telefone: (11) 3095-9400
entrada: gratuita
classificação: livre
informações: www.sescsp.org.br

27/02/2013 Posted by | dança | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Cia. Sansacroma comemora 10 anos com a mostra “Militantes do Ideal”

Marchas - Divulgação

Durante as comemorações de seus 10 anos de existência, a Cia. Sansacroma mostra um repertório denominado “Militantes do Ideal”, fruto de uma pesquisa sobre personalidades que lutaram por justiça e da igualdade social. Solano Trindade, Patrícia Galvão (Pagu) e Paulo Freire. A partir das biografias nasceram os espetáculos “Solano em Rascunhos” (2008), “Angu de Pagu” (2010) e “Marchas” (2012). “Marchas” mostra que na vida do filósofo e educador Paulo Freire a palavra “autonomia” sempre foi regra, e não exceção. A necessidade pela autonomia moveu-o, ainda criança, a iniciar sua própria alfabetização utilizando gravetos e escrevendo no chão, debaixo de uma mangueira. Essa condição de escolher as leis que regiam seu próprio destino é o que inspirou a Cia Sansacroma, a criar o espetáculo O espetáculo aborda o homem em busca de sua completude a partir da admissão de suas essências. Partindo de aspectos presentes no discurso e na obra de Paulo Freire, Marchas traz à tona uma carga de rebeldia, desvendando uma intensidade dramatúrgica rica em símbolos que retratam o elemento primordial da pesquisa: a autonomia.

serviço

o quê: Marchas (45 min)
quando: 7 e 8 de fevereiro, às 20h
onde: Galeria Olido – Sala Paissandu
endereço: Avenida São João, 473
telefone: (11) 3331.8399
entrada: gratuita – retirar ingressos com uma hora antes de cada espetáculo
classificação: 16 anos
informações: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/galeria_olido/

07/02/2013 Posted by | dança | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Profanação

Profanação - Divulgação

A Cia.de Danças apresenta o espetáculo “Profanação” inspirado na leitura do livro homônimo de Giorgio Agamben. Em seu ensaio Elogio da profanação, Giorgio Agamben se dedica a abrir relações comuns entre as idéias de “usar” e “profanar”. Para isto, Agamben parte de uma discussão da etimologia de religião – não a etimologia que nos é dada comumente, religare, mas outra, relegere, que aponta para outro sentido do religioso.

serviço

o quê: Profanação (60 min)
quando: até 17 de fevereiro, sexta e sábado, às 20h, domingo às 19h
onde: Teatro Martins Pena – Centro Cultural da Penha
endereço: Largo do Rosário, 20 – Penha
telefone: (11) 2293-6630
ingressos: gratuito – retirar ingressos com 1h de antecedência na bilheteria do teatro
Classificação: livre
informação: http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/dec/cc_penha/teatro/index.php?p=11381

02/02/2013 Posted by | dança | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Posso dançar pra você?

Posso dançar pra você? - Divulgação

A Cia. Domínio Público apresenta “Posso dançar pra você?”. Espetáculo que parte da observação de diferentes espaços da cidade, nos quais os bailarinos buscam compreender os limites entre o cotidiano e o poético. Tais materiais, assim como o roteiro e o conteúdo temático são criados em função das experiências vividas entre os bailarinos, o espaço e as pessoas que transitam por estes lugares.

serviço

o quê: Posso dançar pra você? (50 min)
quando: até 31 de janeiro, terças e quartas, às 20h30.
onde: SESC Pinheiros – Praça
endereço: Rua Paes Leme, 195 – Pinheiros
telefone: (11) 3095-9400
entrada: gratuita
classificação: livre
informações: www.sescsp.org.br

30/01/2013 Posted by | dança | , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Glocalidades Paulistanas

Glocalidades por Charles Trigueiro-199x300

O Núcleo Pé de Zamba e convidados apresentam o espetáculo de dança “Glocalidades Paulistanas”com concepção e direção de Andrea Soares. O encontro é inspirado nas manifestações populares da cultura brasileira, a partir da relação entre o corpo e as diferentes linguagens artísticas. Como proposição o coletivo traz um diálogo com a cidade de São Paulo, explorando por meio do improviso problemas cotidianos dessa metrópole.

serviço

o quê: Glocalidades Paulistanas (120 min)
quando: 26 de janeiro, das 18h30 às 20h30
onde: SESC Pinheiros –Praça
endereço: Rua Paes Leme, 195 – Pinheiros
telefone: (11) 3095-9400
entrada: gratuita –
classificação: livre
informações: www.sescsp.org.br

26/01/2013 Posted by | dança | , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Devaneios de uma Nadarina

Devaneios de uma Nadarina - Divulgação

O espetáculo aquático “Devaneios de uma Nadarina” é uma performance de dança contemporânea em que a bailarina Marina Massoli alterna o balé clássico com gestuais modernos, ao som de uma versão de Tchaikowsky, produzida com um processador de efeitos sonoros. A apresentação conta com projeções de animações e videodança, que imergem o público na sensação virtual de uma dança simultaneamente aérea e aquática.

serviço

o quê: Devaneios de uma nadarina (35 min)
quando: 12 e19 de janeiro, às 17h.
onde: Sesc Santana – Piscina
endereço: Av. Luiz Dumont Villares, 579 – Santana
telefone: (11) 2971-8700
entrada: gratuita
classificação: livre
informação: www.sescsp.org.br

12/01/2013 Posted by | dança | , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Dança aérea

Arranha Céu-Sergio de Souza/ Divulgação

Suspensos por cabos de aços, bailarinas, músicos e uma cantora, da Cia. Base, apresentam o espetáculo de dança aérea “Arranha Céu” com seis coreografias mostrando um pouco do universo frenético e caótico existente dentro dos escritórios que habitam os interiores dos prédios. Arranha Céu explora o isolamento, a efemeridade e a conexão das relações pessoais. Bailarinas, músicos e uma cantora suspensos, contam histórias de pessoas anônimas que vivem num mundo estranho, mecânico e vertical. Neste vazio de concreto, desenham formas invisíveis para criar um diálogo entre presença e ausência. Concepção e direção Cristiano Cimino.

serviço

o quê: Arranha Céu
quando: 26 de dezembro, às 12h30
onde: SESC Pinheiros –praça
endereço: Rua Paes Leme, 195 – Pinheiros
telefone: (11) 3095-9400
entrada: gratuita
classificação: livre
informações: www.sescsp.org.br

26/12/2012 Posted by | dança | , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Arranha Céu

Arranha Céu - Divulgação

A Cia. Base apresenta o espetáculo de dança aérea “Arranha Céu” com seis coreografias mostrando um pouco do universo frenético e caótico existente dentro dos escritórios que habitam os interiores dos prédios. Arranha Céu explora o isolamento, a efemeridade e a conexão das relações pessoais. Bailarinas, músicos e uma cantora suspensos, contam histórias de pessoas anônimas que vivem num mundo estranho, mecânico e vertical. Neste vazio de concreto, desenham formas invisíveis para criar um diálogo entre presença e ausência. Concepção e direção Cristiano Cimino.

serviço

o quê: Arranha Céu
quando: 19 e 26 de dezembro, às 12h30
onde: SESC Pinheiros –praça
endereço: Rua Paes Leme, 195 – Pinheiros
telefone: (11) 3095-9400
entrada: gratuita
classificação: livre
informações: www.sescsp.org.br

19/12/2012 Posted by | dança | , , , , , , , , | Deixe um comentário